Acabamentos

Conheça 3 tipos de ralos e como fazer a instalação de cada um deles

dezembro 19, 2019
Tempo de leitura 3 min

Os problemas de hidráulica em uma residência podem estar associados aos tipos de ralos instalados durante a obra. Afinal, se eles não forem escolhidos adequadamente, comprometem, e muito, a qualidade do projeto. Na verdade, são situações que só são descobertas posteriormente e que podem se tornar uma grande dor de cabeça.

De fato, escolher entre as variedades disponíveis no mercado pode gerar dúvidas e consequentes erros — daí a necessidade de um bom conhecimento sobre o assunto. Por isso, continue conosco, conheça alguns tipos de ralos e descubra para quais situações e espaços da casa eles são mais indicados. Veja!

Qual a importância dos ralos para as construções?

É oportuno frisar que muitos não dão a devida importância aos ralos. Isso ocorre, principalmente, por desconhecimento de quem executa a construção. Julgam que se trata de uma tarefa simples e que não há necessidade de aprofundamento.

No entanto, esse elemento é essencial para o bom resultado de uma obra, visto que sua utilização tem o objetivo de filtrar e escoar a água de uma residência. Sua aplicação busca direcionar as impurezas, passando-as ou não pelo sifão em direção ao esgoto.

Contudo, o trabalho deve ser executado por quem entende do assunto, uma vez que escolher o modelo adequado é imprescindível para que não ocorram problemas posteriores referentes à hidráulica.

Como não errar na hidráulica de uma obra?

Para evitar erros na obra, seguir uma planta é essencial. Um mapeamento do projeto hidráulico deve ser feito com o objetivo de guiar as instalações e evitar retrabalhos posteriores, que geram um grande prejuízo financeiro. Um trabalho sério e profissional requer esse cuidado.

Imagine notar ao final da obra que existem equívocos no posicionamento das louças, ou que ocorreu um uso inadequado dos ralos, comprometendo seriamente a hidráulica da residência? Péssimo, não é mesmo? Esses problemas podem ser evitados com um bom mapeamento.

Quais são os tipos de ralos encontrados no comércio?

Confira os ralos mais comuns e em quais locais da casa eles devem ser instalados.

1. Sifonado

Essa modalidade de ralo conta com um sistema de sifonagem. Aqui, existe uma tubulação que conduz as águas usadas para uma caixa receptora — espaço onde há um pouco de água parada, evitando que os gases retornem e tragam mau cheiro para o ambiente.

Esse tipo de ralo pode apresentar variados formatos, como o quadrado, o linear, o oculto, entre outros.

Uma dica: o banheiro que fica muito tempo fechado e sem uso pode apresentar mau cheiro devido à água que evapora no reservatório do sifão. Fique atento a isso!

2. Linear

O modelo linear é utilizado para o escoamento de água em diferentes locais da casa, como varandas, sacadas, playgrounds e espaços com piscina. Conta com o diferencial de ter um longo comprimento e um formato de grelha ou calha, o que facilita bastante o caimento do piso, evitando que ele seja recortado.

Esse ralo pode apresentar sifão, dependendo do local onde será instalado. Banheiros, por exemplo, ganham um toque de modernidade com o ralo linear, que pode ser colocado no boxe junto à parede para evitar o acúmulo de água — garantindo um excelente escoamento.

3. Seco

É um dos ralos mais comuns, mas não apresenta sifão. Por isso, não é ligado à rede de esgoto. Do contrário, existiria o retorno do mau cheiro da rede. O ralo seco é mais utilizado em ambientes que fazem coleta de água pluvial, como varandas e terraços. Nesse sistema, a água não fica retida, ela passa pela grelha e vai direto para a caixa coletora.

Como você observou neste post, escolher os tipos de ralos é uma atitude que requer um certo conhecimento sobre o assunto. Por isso, não hesite em optar por uma boa mão de obra, para que nada comprometa a hidráulica da sua casa.

Gostou deste conteúdo? Então, continue conosco e conheça as caixas e os ralos que disponibilizamos para nossos clientes!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário

Scroll Up