Hidráulica

Descubra como auxiliar na manutenção hidráulica residencial

dezembro 30, 2021

As instalações hidráulicas devem ser planejadas para atender adequadamente ao abastecimento de água de qualquer construção. No entanto, para que se mantenham funcionando em perfeitas condições, é imprescindível alguns cuidados para prevenir problemas.

No planejamento, algumas medidas podem ser colocadas em prática, como a escolha dos materiais, que incluem tubos, conexões, válvulas, registros etc. É nesse momento que muitos aspectos são definidos, garantindo um trabalho livre de transtornos no futuro.

Outra forma de prevenção é a manutenção hidráulica residencial, que terá por objetivo avaliar os vários componentes que compõem o conjunto. Desse modo, será possível saber o que deve ser trocado após algum tempo de uso, como tubos e conexões, para que tudo continue funcionando perfeitamente.

Neste artigo, você vai conhecer algumas boas práticas que contribuem para manter a instalação hidráulica de sua residência desde o seu planejamento. Confira!

Contrate profissionais capacitados

A primeira medida e, talvez, a mais importante, é contar com a ajuda de profissionais para o projeto de hidráulica. Na verdade, trata-se de um sistema complexo e qualquer erro pode comprometer muito a instalação. Por isso, a dica é contratar um especialista capacitado e experiente.

Providencie registros em todos os locais

Providenciar registros para todos os locais da instalação hidráulica pode até encarecer a obra, mas, certamente, também evitará uma série de problemas. Lugares importantes e estratégicos da residência, sem registro para interromper determinado fluxo, podem comprometer o abastecimento de água.

Sendo assim, já se tornou uma prática nos projetos hidráulicos incluir um registro para cada ponto de água de uma residência.

Teste a tubulação

Um cuidado fundamental antes de fechar a parede é testar a instalação. Isso é feito pressurizando a tubulação com a água da caixa d’água. Essa medida evitará um possível quebra-quebra posterior, caso haja algum problema — gerando um custo alto.

Esse teste é feito para verificar se a pressão instalada é a mesma que a projetada — uma vez que a pressão, quando está acima da suportada, pode causar problemas, como:

  • romper ou provocar o desgaste excessivo de alguns componentes;
  • prejudicar o funcionamento de alguns equipamentos da residência, como a máquina de lavar.

Para corrigir o problema, uma válvula reguladora de pressão pode ser uma solução, já que evitará a flutuação de pressão no sistema hidráulico.

Tome cuidado com o esgoto

Uma dica importante para garantir mais eficiência no sistema de esgoto, que faz parte da hidráulica, é não utilizar curvas de 90º, visto que a pressão nesse local é alta e ocorre de forma repentina. Diante disso, deixar o caminho livre de curvas e junções evitará o acúmulo de pressão e de resíduos.

Outra dica, que evita uma série de transtornos, seria utilizar a tubulação de ventilação, uma vez que garantirá que a pressão dentro da tubulação seja a atmosférica, evitando que o sistema se rompa.

Escolha materiais adequados

Uma boa instalação hidráulica envolve, ainda, a escolha do melhor material. O ideal é que os tubos e as conexões sejam da mesma marca e linha. Apesar de marcas diferentes terem as mesmas especificações, ainda assim, podem apresentar algumas diferenças que causam vazamentos por folgas, por exemplo.

Faça manutenções hidráulicas residenciais preventivas

Como o próprio nome diz, elas devem ser feitas quando não há qualquer dano visível na hidráulica. Ela é realizada para investigar um possível problema ou falhas no sistema, e corrigi-los antes que se agravem.

Como você conferiu neste artigo, são alguns cuidados necessários que ajudarão na manutenção hidráulica residencial. Porém, é importante ressaltar que contratar profissionais capacitados para a execução de um projeto hidráulico é essencial para a obtenção de bons resultados.

Gostou deste post? Assine, então, a nossa newsletter e receba na sua caixa de entrada todas as nossas atualizações!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário