Destaque

Saiba como realizar o dimensionamento de calhas em telhados

fevereiro 17, 2021

Fazer o dimensionamento de calhas é fundamental para garantir que toda a água escoada pelo telhado seja guiada adequadamente para as redes públicas de águas pluviais ou para quem deseja ter uma solução prática, sustentável e ideal para armazenar água de chuva. Por ter uma função simples, poucas pessoas dão a devida atenção para essa parte da cobertura dos imóveis, o que é um grande erro, uma vez que os prejuízos causados pela negligência podem ser enormes.

Pensando no assunto, elaboramos este conteúdo especial para que você não erre na hora de realizar o dimensionamento de calhas. Portanto, continue a leitura e confira o nosso material até o fim!

Determine a intensidade das chuvas

A precipitação das chuvas pode ocorrer em várias intensidades diferentes — ou seja, algumas com um volume de água maior ou menor durante o mesmo intervalo de tempo observado. Certas regiões do nosso globo apresentam tendências maiores a algumas intensidades. Por isso, para cada uma delas, há um valor determinado por norma para ser usado no cálculo de dimensionamento de calhas e telhados.

Isso acontece porque, em Teresina/PI, por exemplo, a cada 25 anos podem ocorrer chuvas com intensidades de até 262 mm/h, enquanto em Teófilo Otoni/MG, no mesmo período, a chuva pode chegar a até 154 mm/h. Caso a primeira cidade utilize a intensidade da segunda região, certamente haveria um subdimensionamento da calha, fazendo com que ela não suporte a quantidade de chuva que realmente está sendo precipitada.

Identifique os pontos de descida

Os pontos de descida são os orifícios presentes nas calhas que direcionam a água captada para a tubulação até a chegada do esgoto de águas pluviais. Apesar de parecerem elementos inofensivos, esses são itens fundamentais e que devem receber bastante atenção, pois não adianta ter uma calha enorme e um escape pequeno, que não permita a vazão adequada para conduzir a água para fora da calha, não é mesmo?

Assim, caso a vazão seja inferior às necessidades de uma chuva com alta intensidade, por exemplo, a calha pode transbordar, perdendo a sua utilidade, além de causar acidentes, como o desabamento da calha devido ao peso excessivo de água acumulada.

Calcule a área de contribuição

A área de contribuição é nada mais nada menos que a área do telhado que será responsável pela captação da água da chuva que cairá na calha a ser dimensionada. Isso porque uma calha localizada do lado direito do telhado pode receber uma menor quantidade de chuva, ou ser um telhado menor. Logo, quanto maior é essa área, mais água é captada e, por isso, as calhas deverão ser maiores.

Além de saber realizar o dimensionamento de calhas corretamente, é muito importante compreender a diferença entre os mais variados tipos de calhas e materiais com os quais essas peças são produzidas, como PVC, alumínio e aço galvanizado. Afinal de contas, cada um deles apresenta características próprias que podem ser ideais para situações mais específicas.

Na Casa Mimosa você encontra todos os modelos de calhas e rufos de chapa fabricados sob medida.

E então, gostou do nosso conteúdo e achou as informações pertinentes? Se sim, não deixe de assinar a nossa newsletter para continuar recebendo materiais educativos como este diretamente em sua caixa de entrada do e-mail.

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário