Hidráulica

Veja 4 tipos de bombas de água e saiba como usá-las no seu trabalho

junho 29, 2020
Tempo de leitura 3 min

A bomba de água é um equipamento extremamente importante em hidráulica e utilizado em muitas situações. Existem diversos tipos disponíveis no mercado, mas saber em quais ocasiões usá-los é de crucial relevância para um bom trabalho.

Seja pelo fato de a água não chegar à caixa, seja por ocorrerem inundações constantes ou outros motivos igualmente significativos, saber em quais situações usar cada um dos tipos de bombas de água pode ser um diferencial para quem trabalha com hidráulica.

Pensando nisso, neste post, vamos falar um pouco mais sobre esse equipamento e suas utilidades. Acompanhe!

Como escolher uma bomba de água?

Antes de comprar uma bomba de água, é imprescindível saber para qual finalidade será seu uso. Por isso, é essencial ficar atento às suas necessidades, para não errar na hora da aquisição. As bombas se destinam a determinados fins, dependendo da especificidade do equipamento, são mais indicadas ou não.

Entre as suas finalidades, podemos destacar:

  • sucção de água da chuva;
  • transferência de água do poço para a caixa d’água;
  • esgotamento de água;
  • irrigação.

Quais são os principais tipos de bombas de água?

Conhecer os tipos de bombas e suas especificidades é essencial para não errar na hora de comprar esse equipamento. Veja!

1. Bomba de água centrífuga

É utilizada, em especial, para transferir uma grande quantidade de água a reservatórios bem altos e para recalque de água de uma forma geral, como em fontes. Sua indicação é para regiões secas (acima do solo), e seu uso permite a instalação da válvula de retenção (que garante o fluxo somente em uma direção). Pode ser também utilizada em uma profundidade de até oito metros.

Outra funcionalidade é o bombeamento de líquidos no saneamento básico, bem como na irrigação agrícola.

2. Bomba de água submersa

A bomba submersa, como o próprio nome diz, funciona no interior da água. Entre as suas funções está o funcionamento em poços artesianos e cisternas, onde pressuriza a água no momento do bombeamento. Seu trabalho é contínuo, atuando em poços de, em média, 20 metros de profundidade, o que pode variar de acordo com a marca do produto.

3. Bomba de água autoaspirante

Atua retirando o ar do interior da bomba, com a utilização do sistema a vácuo para extração completa do ar. Seu funcionamento ocorre acima do solo, da mesma forma que a centrífuga — e, quando comparada a ela, garante uma maior capacidade de sucção, de cerca de 7 metros de profundidade ou até 90 metros na horizontal, dependendo do modelo e da marca.

É a única bomba que transfere a água sem permitir o seu retorno e, por isso, não precisa de válvula de retenção — aparelho responsável por evitar que a água não volte ao ponto de captação. Esse tipo pode ser utilizado em algumas tarefas, como o abastecimento de água em sistemas de irrigação. 

4. Bomba de água periférica

A bomba periférica ou de recalque é também um tipo de bomba centrífuga com ótimo desempenho, sendo muito utilizada para sucção em locais profundos de até 7 metros. Seu funcionamento é excelente, como tem uma ótima pressão, também não necessita de válvula de retenção. É um tipo muito utilizado na iminência da falta repentina de água.

Conforme visto neste post, saber das necessidades reais do local e conhecer os tipos de bombas de água disponíveis é essencial no momento de adquirir esse equipamento tão importante para o sistema hidráulico. 

Gostou do conteúdo? Então, o você que acha de visitar nosso site e saber o que disponibilizamos em matéria de bombas de água para nossos clientes?

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário

Scroll Up