Hidráulica

Biodigestor: descubra aqui o que você precisa saber!

maio 17, 2019
Tempo de leitura 3 min

A procura por construções sustentáveis tem crescido cada vez mais. Pessoas querem mais que apenas soluções para suas moradias, elas desejam casas autossustentáveis, com reúso da água e aproveitamento energético do sol. E, nessa linha, o biodigestor vem ganhando mais espaço.

De forma geral, esse aparelho é uma alternativa bastante prática e simples para garantir a destinação correta dos resíduos do esgoto. Dentro do biodigestor, que é uma evolução das fossas sépticas, via processo natural, o material se converte de maneira a evitar que contamine o solo ou que precise ser destinado à estação de tratamento de esgoto.

Se ficou interessado em saber mais sobre o que é um biodigestor e quais suas funções, não tire os olhos da tela. Confira agora mesmo e sane todas as suas dúvidas!

O que é biodigestor?

Um biodigestor nada mais é do que um recipiente hermeticamente fechado que recebe detritos, como fezes e urina vindas do vaso sanitário, acrescidos de água. Também conhecido como fossa pronta, ele decompõe todo o material e transforma-o em lodo, que posteriormente pode ser recolhido e ter a destinação correta.

O biodigestor também tem um sistema de tratamento de efluentes mais eficiente que as antigas fossas sépticas, já que ele trata todo esgoto e o descarta sem impactar o meio ambiente.

Para que serve?

Dentro do aparelho, os detritos começam o processo de decomposição com a ajuda de bactérias anaeróbicas, que são aquelas que não precisam de oxigênio para sobreviver. Elas fazem todo o processo de transformação da matéria orgânica em gás metano, o mesmo utilizado nos fogões de cozinha. Já a parte sólida que sobra do biodigestor pode ser posteriormente recolhida por meio do sistema próprio que acompanha o produto, dispensando o uso de caminhões limpa-fossa.

Quais cuidados são necessários na instalação?

A instalação de um biodigestor deve ter acompanhamento do responsável legal pela obra, de um instalador hidráulico, e seguir o que determina as leis de cada município. Na área prática, é recomendado sempre seguir as orientações do fabricante, que incluem inclusive o aterramento do equipamento.

Em sua instalação, é importante ter uma boa base de assentamento para que o peso posterior dele cheio não o faça afundar na terra e ocasionar problemas na tubulação hidráulica. No entorno, são sugeridas camadas de terra e cimento misturadas para garantir o máximo de vedação.

Como escolher o biodigestor?

No mercado há inúmeros modelos de biodigestores, de diversos tamanhos e modelos. É fundamental que no momento da escolha leve-se em consideração qual o volume de dejetos tratados no local, a fim de evitar sobrecarga do sistema, e qual o destino que será dado ao material.

Como você pode perceber, o uso de um biodigestor é uma tendência que vem crescendo cada vez mais dentro da construção civil e do conceito de empreendimentos sustentáveis. A Casa Mimosa inclusive conta com produtos especialmente desenvolvidos para esse fim e que atendem perfeitamente as necessidades residenciais.

Se ficou interessado no uso de biodigestor em suas obras, conheça mais sobre os produtos acessando agora mesmo o site da Casa Mimosa. Até a próxima!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário

Scroll Up